Opinião: És o Meu Destino de Lesley Pearse

 

Livro: És o Meu Destino (Belle, #3)

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 544

Sinopse: 1938. A Nova Zelândia é um país belo e tranquilo. Um paraíso de onde Mariette, filha de Belle e de Étienne, só pensa em fugir. Cansada da tacanhez da pequena cidade onde vive, ela está disposta a embarcar para a Europa mesmo sabendo que essa viagem poderá ser-lhe fatal. O mundo prepara-se para a guerra, mas, para a irreverente Mariette, ficar é uma alternativa bem pior. 
Chegada a Londres, a jovem depressa se deixa encantar pelas suas tentações e esquece o breve vislumbre que teve do amor. Londres é tudo aquilo com que sempre sonhou. Mas a noite do seu vigésimo-primeiro aniversário vai mudar tudo. Os violentos bombardeamentos nazis transformam a cidade mais vibrante da Europa num pesadelo de terror, devastação e morte. Pela primeira vez, ela sente o peso esmagador da solidão. É dos escombros da guerra, porém, que emergirá uma nova Mariette. A adolescente egoísta dá lugar a uma mulher forte, madura e abnegada que está disposta a tudo – até a morrer – para ajudar os mais desprotegidos. E é no seu momento mais vulnerável que o amor lhe bate à porta. Um amor tão inquieto e desesperado quanto o mundo que a rodeia.

Opinião:

Este é o terceiro e último volume da trilogia Belle da, maravilhosa, autora Lesley Pearse. Neste último volume acompanhamos a história da filha mais velha de Belle e Étienne, a determinada e corajosa, Mariette! A acção começa na Nova Zelândia, mas posteriormente acompanhamos a viagem de Mariette para Inglaterra, onde a sua vida muda radicalmente, em consequência da guerra instalada pelos nazis!

Mariette, inicialmente muito centrada em si, transforma-se numa mulher mais compreensiva e atenta às necessidades de quem a rodeia, em detrimento da sua própria segurança e bem estar. A sua personalidade molda-se e surge uma mulher destemida, corajosa e com semelhanças à sua mãe, Belle!

Um romance muito bem escrito, que reflecte as consequências dos bombardeamentos nazis, não só na Inglaterra (que foram devastadores) mas por toda a Europa! Aprendo imenso com os romances desta autora que menciona sempre, de uma forma muito cuidada, o contexto histórico e cultural da época que retrata. Adorei mais uma vez e recomendo!

Classificação: 5*

Citação: “Costumava ser tão segura de mim mesma, quando era mais nova – disse, com um ar pensativo. – Nunca tinha um momento de dúvida a respeito do que quer que fosse. Agora tenho dúvidas a respeito de quase tudo.”

Também li desta autora:

(Sonhos Proibidos e A Promessa, 1.º e 2.º livro da trilogia Belle)

  

 Segue o Coração, Não olhes para trásA Melodia do AmorNunca me Esqueças

Opinião: A Promessa de Lesley Pearse

 

Livro: A Promessa (Belle #2)

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 528

Sinopse: No início de julho de 1914, a Europa vive os seus últimos dias de inocência.
A jovem Belle realizou os seus sonhos. A uma infância pouco comum seguiram-se anos dramáticos, ao longo dos quais quase cedeu ao desespero. Mas a sua coragem e determinação prevaleceram. A sua vida é agora feliz. Está casada com Jimmy, o seu primeiro amor, e conseguiu abrir a elegante loja de chapéus que sempre desejou. Mas a História do mundo está prestes a mudar. A I Guerra Mundial vai arrastar consigo milhões de pessoas. Belle e Jimmy abdicam de tudo para defenderem o seu país. São ambos destacados para França, onde Jimmy vai arriscar a vida nas trincheiras e Belle conduz uma ambulância da Cruz Vermelha. É um tempo de devastação sem precedentes em que sobreviver a cada dia representa uma vitória. E é quando o passado menos ocupa os seus pensamentos que Belle será obrigada a confrontá-lo pela derradeira vez.
Bastará um momento. Um homem. Um olhar.
Entre a luta pela sobrevivência, uma paixão proibida e a lealdade devida a um grande amor, Belle está perante uma escolha impossível. Mas ao viver na pele um dos mais sangrentos conflitos da História, terá ela poder sobre o seu destino?
A Promessa é a continuação da história de Belle, a inspiradora heroína de Sonhos Proibidos.

Opinião:

Considero a escrita e a criação literária como uma forma de arte! Uma arte transcendente que se expressa em cada leitor, consoante a sensibilidade e os interesses de cada um! Manifesta-se em cada leitor (sem olhar a classes ou estatutos societários), e surge através dos autores talentosos e inspiradores que povoam o mundo literário. Lesley Pearse é, sem dúvida, uma autora de inspiração e que se expressa de forma excepcional!

A Promessa é o segundo volume da trilogia Belle! A acção decorre no final do século XIX, mais concretamente entre Julho de 1914 e 1918! Acompanhamos o despontar da 1.ª guerra mundial, assim como todas as consequências e tragédias que derivaram do conflito. Belle vai participar como voluntária da Cruz Vermelha (conduzindo, ajudando e cuidando dos feridos de guerra) e Jimmy, o seu marido, vai para as trincheiras, onde vive situações horríveis e aterradoras! Jimmy relata a abertura da batalha de Somme (1 Julho 1916), considerado pelos britânicos como o dia mais sangrento da sua história e uma das passagens mais difíceis de ler deste livro, pela carnificina e pelas mortes terríveis de milhares (e milhares) de homens!

        Batalha de Somme (Nordeste da França) –          Decorreu de Julho a Novembro de 1916

Lesley Pearse reúne acontecimentos históricos verídicos e mistura com romance e paixões proibidas! Transmite um pouco da mentalidade e dos preconceitos daquela época de uma forma subtil! Fala sobre os traumas de guerra nos homens que sobreviveram, marcados física e mentalmente pelos horrores que viveram! As suas personagens são sempre fortes e determinadas, que nos emocionam e nos fazem sonhar! Mais um excelente livro desta autora que espero continuar a acompanhar e que recomendo vivamente!

Classificação: 5*

Citação: “Nenhuma daquelas pessoas parecia saber para onde ia ou do que viveria. Jimmy pensou que eram como milhares de ovelhas que seguiam às cegas a pessoa que caminhava à frente.”

Também li desta autora:

Sonhos Proibidos (1º livro da trilogia Belle)

  

 Segue o Coração, Não olhes para trás; A Melodia do Amor; Nunca me Esqueças

Opinião: Nunca Me Esqueças de Lesley Pearse

 

Livro: Nunca Me Esqueças

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 432

SinopseAté onde iria por amor? Num dia…Com um gesto apenas… A vida de Mary mudou para sempre.
Naquele que seria o dia mais decisivo da sua vida, Mary – filha de humildes pescadores da Cornualha – traçou o seu destino ao roubar um chapéu. O seu castigo: a forca.
A sua única alternativa: recomeçar a vida no outro lado do mundo.
Dividida entre o sonho de começar de novo e o terror de não sobreviver a tão dura viagem, Mary ruma à Austrália, à época uma colónia de condenados. O novo continente revela-se um enorme desafio onde tudo é desconhecido… como desconhecida é a assombrosa sensação de encontrar o grande amor da sua vida. Apaixonada, Mary vai bater-se pelos seus sonhos sem reservas ou hesitações. E a sua luta ficará para sempre inscrita na História.
Inspirada por uma excepcional história verídica, Lesley Pearse – a rainha do romance inglês – apresenta-nos Mary Broad e, com ela, faz-nos embarcar numa montanha-russa de emoções únicas e inesquecíveis.

Opinião: 

Não sei bem como começar… ainda estou envolta nas emoções profundas provocadas pela escrita soberba de Lesley Pearse e pela história arrebatadora retratada neste livro. As emoções fortes acompanharam a minha leitura desde o início: emocionei-me mais vezes do que me atrevo a contar, revoltei-me perante determinadas situações degradantes da condição humana e, tive dificuldade em acalmar a consciência após perceber que se tratam de factos históricos verídicos.

Esta obra relata uma época em que os britânicos construíram uma colónia penal, na Austrália, onde hoje é conhecida a cidade de Sydney. Acompanhamos a história de Mary Brout (1763-1794) e de outros condenados (incluindo crianças) que são deportados, numa viagem aterradora e em condições deploráveis que deixam qualquer leitor de coração apertado. É muito perturbador saber que alguns dos acontecimentos (e atrocidades desumanas) neste livro são baseados em factos verídicos.

Um livro muito bem escrito e com a qualidade bem conhecida de Lesley Pearse! A narrativa é cuidada e cheia de acção. Percebemos que houve investigação e estudo por parte da autora da época em questão e das personagens, locais e acontecimentos históricos descritos. Um livro arrebatador e inesquecível! Recomendo!

Classificação: 6*

Citação: “Imaginava-se em pé na proa de um navio a entrar no porto de Fowey quando a luz do dia começava a desvanecer-se e o sol outonal mergulhava, como uma enorme bola de fogo, lentamente no mar”

Também li desta escritora:

  

Opiniões: Segue o Coração, Não Olhes para Trás ; A Melodia do Amor ; Sonhos Proibidos

Opinião: Segue o Coração, Não Olhes Para Trás de Lesley Pearse

 

Livro: Segue o Coração, Não Olhes Para Trássegue o coração

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 784

Sinopse: Aquele podia ter sido um dia como tantos outros na vida de Matilda, uma pobre vendedora de flores. Mas aquele é o dia em que Matilda salva a vida de uma criança e recebe a mais preciosa das dádivas: a oportunidade de fugir da miséria e construir uma nova vida. Em breve trocará os bairros degradados de Londres pelos recantos misteriosos de Nova Iorque, as planícies do Oeste Selvagem e a febre do ouro em São Francisco. Munida apenas da sua coragem, beleza e inteligência, a jovem está apostada em ditar o seu destino, nem que para tal tenha de lutar contra tudo e todos.
A sua rebeldia condena-a à solidão. Mas um dia também ela viverá as emoções de um verdadeiro amor. Um amor que terá de suportar a separação, a guerra e os tormentos do nascimento de uma nova nação. Será no Novo Mundo que Matilda vai aprender o que a sua infância não lhe ensinou: que todos nascem iguais, que a coragem e a generosidade são o que de mais nobre pulsa no coração humano, e que, por mais doloroso que seja, a vida tem de continuar e nunca se deve olhar para trás…

Opinião:

Existem personagens de livros que nos marcam profundamente e que iremos recordar durante muito tempo: Matilda Jennings é, para mim, uma dessas personagens! Pela sua determinação, carácter, força e compaixão pelos outros.

O romance é maravilhoso, mas confesso que chorei mais neste livro, do que em todos os outros que li neste ano inteiro. Solucei que me fartei no final e resmunguei (interiormente e com a escritora) sobre o destino de algumas personagens pelas quais me fui afeiçoando (criar afeição por personagens fictícias é algo que me acontece com alguma frequência!). Apesar das muitas mortes que ocorreram e que me deixaram triste, houve uma em particular (Sidney!) que me custou muito, e que encerra uma ironia muito profunda, que só percebi após terminar o livro e parar para reflectir. É a conhecida e cruel, ironia do destino!

Matilda representa todas aquelas mulheres que numa época conturbada, enfrentaram as normas sociais e lutaram pelos direitos dos menos privilegiados, pela erradicação do racismo e pela igualdade de direitos entre homens e mulheres. As dificuldades que esta mulher enfrenta, ao longo de todo o livro, são terríveis e, por vezes, difíceis de conceber. Todavia, a força que emana desta personagem é contagiante. Lesley Pearse tem o dom de cativar o leitor, mas acima de tudo, de deixar testemunhos e mensagens poderosas.

Obrigada Ana pelo empréstimo! É um livro maravilhoso, que recomendo vivamente!

Imagem

livro chávena e natal

Caros amigos,

Desejo a todos uma continuação de um Bom Feriado e votos de uma boa semana de trabalho e de muitas leituras. 🙂 Eu estou a ler Segue o Coração, Não Olhes Para Trás de Lesley Pearse e estou a Adorar! Tenho como pano de fundo a minha árvore de natal, uma caneca de chá fumegante e uma manta enrolada a mim. Tenho um sorriso na cara e no coração!

Boa Semana e Sejam Felizes!

Opinião: A Melodia do Amor de Lesley Pearse

 

Livro: A Melodia do Amormelodia do amor

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 520

Sinopse: Liverpool, 1893. Os sonhos de Beth são desfeitos quando ela, o irmão Sam e a irmã mais nova, Molly, ficam órfãos. As suas vidas, até então tranquilas e seguras, sofrem uma dramática reviravolta. Para escapar a um futuro de miséria e servidão, Sam e Beth decidem arriscar tudo, atravessar o Atlântico e partir à conquista do sonho americano. Mas Molly é demasiado pequena para os acompanhar e os irmãos vêem-se obrigados a tomar uma decisão que os marcará para sempre: deixá-la em Inglaterra, a cargo de uma família adoptiva.
A bordo do navio para Nova Iorque não faltam vigaristas e trapaceiros, mas o talento de Beth com o violino conquista-lhe a alcunha de Cigana, a amizade de Theo, um carismático jogador de cartas, e do perspicaz Jack. Juntos, os jovens vão começar de novo num país onde todos os sonhos são possíveis.
Para a romântica Beth, esta será a maior aventura da sua vida. Conseguirá a Cigana voltar a encontrar um verdadeiro lar?

Opinião:

Lesley Pearse tem uma série de livros editados em Portugal. E é uma das escritoras mais apreciadas pelos leitores portugueses. Este é o segundo livro que leio desta escritora e constato vários pontos em comum: uma personagem feminina com personalidade muito forte; realidades de vida muito difíceis mas sempre com a esperança de um futuro melhor.

Neste livro temos retratada a esperança que outrora invadiu uma geração, cujo único meio de sobrevivência, ou esperança de um futuro melhor, era a emigração. Confesso que me chocaram algumas das condições (quer na viagem, quer depois de chegarem ao destino) pelas quais passaram as personagens, que embarcaram num navio com destino à América e ao sonho de um futuro de riqueza e glória. Percebemos o quão superficial é este sonho, quando terminamos este livro de mais de quinhentas páginas! Será a ambição de meios materiais e o desejo de admiração dos outros assim tão importante para a nossa felicidade? Foi uma das questões que me surgiu ao longo do livro!

As personagens foram construídas de uma forma muito real e, por vezes, dura! A minha personagem favorita foi Jack! O mais honesto e trabalhador dos ingleses que embarcou para a América. O que menos gostei foi Theo, por tudo o que retrava, e pela ambição e despreocupação para com os outros.

A música, a amizade, o amor e o espírito de sacrifício foram alguns dos temas abordados ao longo deste romance. Gostei muito do final e fiquei muito feliz com a escolha de Beth, quanto ao seu coração e ao homem com qual quis partilhar a sua vida. Adorei e Recomendo!

 

 

Empréstimos Novos

A minha estante está mais cheia com novos empréstimos 🙂

melodia do amor o juramentodragao

A Melodia do Amor  vai ser o segundo livro que vou ler da escritora Lesley Pearse. Gostei muito do livro Sonhos Proibidos que li dela o ano passado, e estou com expectativas altas quanto a este.

P.C.Cast e Kristin Cast já são minhas “conhecidas” e este Juramento de Dragão promete ser um complemento especial da tão conhecida saga da Casa da Noite.

A_TEIA

A Teia de Jonathan Kellerman tem uma sinopse muito cativante e vai ser, talvez, o primeiro, desta lista enorme de empréstimos, a ser lido. Parece-me um thriller com suspense à mistura. Estou curiosa!

o_exorcista

Esta capa mete-me medo! Não sei se vou conseguir ler este livro … mas curiosa como sou, talvez não consiga resistir! Tenho é que tapar a capa, pois a imagem causa-me arrepios … Ah, e vou tentar não ler de noite … lol

O Lago dos Sonhos

O Lago dos Sonhos de Kim Edwards tem uma capa lindíssima, e apesar de não conhecer a escritora, a sinopse é muito cativante e promete!

recordação perigosa uma atração impossível

Mary Higgins Clark tornou-se, recentemente, uma das minhas escritoras de eleição. Não sei porquê mas tem qualquer coisa de especial. Recordação Perigosa tem uma sinopse que me vai fazer pegar nele muito em breve.

E para terminar nada melhor que um romance! Uma Atração Impossível da escritora da Harlequin, Brenda Joyce, promete momentos de leitura com muito amor e romance 🙂 Ideal para tornar o mês que se avizinha mais doce!

Beijos a todos e Bom Fim-se-Semana 🙂