Opinião: Corações Gelados de Laurie Halse Anderson

 

Livro: Corações GeladosCorações Gelados

Autora: Laurie Halse Anderson

Páginas: 232

Sinopse: «Eu sou aquela rapariga. Eu sou o espaço entre as minhas coxas, a luz do sol a derramar-se entre elas. Eu sou a auxiliar de biblioteca que se esconde na “Fantasia”. Eu sou a aberração de circo enclausurada em cera. Eu sou os ossos que eles querem, ligados num molde de porcelana.» Viajei na terra dos Corações Gelados devido às inúmeras leitoras que me escreveram a contar a sua luta com distúrbios alimentares, automutilação e sensação de andarem perdidas. A sua coragem e sinceridade puseram-me no caminho para encontrar Lia e ajudaram-me a compreender a sua devastação. Embora não seja uma história da vida real, Lia foi inspirada nessas leituras, e por isso lhes estou muito grata.

Opinião:

A teia de pensamentos na minha cabeça impede-me de elaborar uma frase lúcida e concisa do que senti ao ler este livro. Existem livros que nos espetam alguma farpas na alma e nos fazem sofrer na proporção das personagens que, no nosso mundo, são reais. Ler este livro é diferente, doloroso, incómodo e, por vezes, triste. Contudo, possui momentos de ternura, sensibilidade e humor. A capa algo surreal deste livro é uma ante visão da obra literária no seu interior.

Laurie Halse Anderson é conhecida por abordar temáticas difíceis nos seus livros. Neste caso os distúrbios alimentares e a automutilação são pano de fundo na vida de uma jovem americana. Uma leitura para todas as idades, com uma escrita perspicaz e uma abordagem acutilante de uma doença que atinge milhares de jovens (e familiares, que sofrem tanto ou mais que as próprias vítimas!) nos dias de hoje.

Uma leitura que recomendo sem hesitações, com uma narrativa acessível e uma poesia muito própria. Há algo de diferente na escrita desta autora. Algo de muito especial. Este é o segundo livro que tenho oportunidade de ler desta escritora – o primeiro foi Grita (que também adorei) – e espero, sinceramente, que não seja o último! Adorei! 

Classificação: 7!

Anúncios

Adições na Estante

Caros amigos, com o mês de Março a terminar venho partilhar convosco as novas adições na minha estante: Aquisições e Empréstimos.

Em termos de Aquisições partilho convosco os dois novos livrinhos que alegram a minha estante e que encontrei a um preço muito reduzido, de apenas 5€ cada:

Corações Gelados

Corações Gelados de Laurie Halse Anderson

noites de jasmim

Noites de Jasmim de Julia Gregson

Quanto aos Empréstimos, vou ter oportunidade de conhecer a escrita de Lewis Perdue:

a filha-de-deus

A Filha de Deus de Lewis Perdue

E vocês já leram algum destes livros?

Boas Leituras 🙂 Bom Final de Semana!

Top 10 – Melhores livros que li em 2013

Seleccionei os 10 livros que mais gostei de ler em 2013. Foi difícil escolher, mas aqui fica o meu TOP 10:

1- Grita – Laurie Halse Anderson

Grita

2- Lembro-me de Ti – Yrsa Sigurdartóttir

planoK_lembro_me_ti

3 – O rapaz do pijama às riscas – John Boyne

rapaz-do-pijama-as-riscas

4- Duplo Crime – Tess Gerritsen

duplo crime

5- Peripécias do coração – Julia Quinn

Peripecias do coração

6- Nas Asas do Amor – Sarah Sundin

Nas asas do amor

7- As Dez Figuras Negras – Agatha Christie

10 figuras negras

8- A filha da Tempestade – Molly Jackson

a_filha_da_tempestade

9- Onde estão as crianças?-Mary Higgins Clark

onde estão as crianças

10- Os céus de Montana – Nora Roberts

céus montana

Opinião: Grita de Laurie Halse Anderson

 

Livro: GritaGrita

Autora: Laurie Halse Anderson

Páginas: 176

Sinopse: “Desperdicei as últimas semanas de agosto a ver desenhos animados da treta. Não fui ao centro comercial, ao lago, à piscina, nem atendi chamadas. Entrei na escola secundária com o cabelo errado, a roupa errada, o feitio errado. E não tenho ninguém sentado a meu lado.”
Melinda Sordino é a pessoa mais odiada do Liceu de Merryweather. No final do verão chamou a polícia, acabando com uma festa e colocando em sarilhos alguns dos finalistas mais populares da escola. Mas Melinda tem um segredo que guarda bem fundo, dentro de si, e que não pode contar a ninguém. Mas Melinda está a ser corroída pelo que aconteceu, e o mundo de reclusão que construiu para si ameaça ruir a qualquer momento.

Opinião: Li este livro em pouco mais de 24 horas e custava-me imenso ter de interromper a leitura pois é de tal forma viciante, com uma escrita muito fluída e acima de tudo uma mensagem muito importante! Esta escritora é conhecida pelos temas polémicos que aborda nos seus livros e eu ainda não tinha tido o prazer de ler nada da sua autoria. Adorei a abordagem dos temas de uma forma muito subtil e a forma perspicaz como a autora retratou Melinda Sordino. Um livro muito bom, que nos abre os olhos, nos recorda, emociona e até nos faz sorrir levemente. Grita é, sem dúvida, um título bastante indicativo da mensagem e do que está encoberto nas entrelinhas da narrativa. É uma mensagem, não só para os jovens da idade de Melinda, mas para todos os que de alguma forma guardam para si mágoas, tristezas e sentimentos que vão consumindo tudo e todos. Depois deste livro, quero acompanhar de perto esta escritora! Adorei e aconselho a todos!