Opinião: O Príncipe da Neblina de Carlos Ruiz Zafón

Livro: O Príncipe da Neblina (Livro 1, Trilogia Neblina)o príncipe da neblina

Autor: Carlos Ruiz Zafón

Páginas: 208

Sinopse: O novo lar dos Carver, numa remota aldeia da costa sul inglesa, está rodeado de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado.
As estranhas circunstâncias dessa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina.

Opinião:

Este é o primeiro livro da trilogia Neblina de Carlos Ruiz Zafón e é o segundo livro que leio deste escritor fabuloso. Este romance foi prémio de Novela Edebé 1993 e retrata a história de um diabólico príncipe que tem a capacidade de conceber e realizar desejos … a um preço muito elevado.

Carlos Ruiz Zafón é um dos autores mais lidos e reconhecidos em todo o mundo e já está a criar um espaço especial na minha estante. Este é um romance com fantasia sobrenatural à mistura, recomendado para todas as idades. A sua forma de escrever assemelha-se, do meu ponto de vista, quase a uma prosa poética, em que a realidade se mistura com a fantasia e o resultado são palavras que nos tocam a alma.

O final teve um desfecho inesperado, com um sentimento de alívio e tristeza saudosa – misturados – devido ao destino de uma personagem em específico. Gostei de mergulhar neste universo criado por este escritor e recomendo.

Classificação: 4*

Opinião: A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón

 

Livro: A Sombra do Vento (O Cemitério dos Livros Esquecidos, Livro 1)

a sombra do vento

Autor: Carlos Ruiz Zafón

Páginas: 521

Sinopse: Numa manhã de 1945 um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona.
Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, “A Sombra do Vento” é sobretudo uma trágica história de amor cujo o eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página.

Opinião:

Há livros pelos quais me apaixono e ainda nem terminei a primeira página. Este foi um deles! Não sei se é a escrita maravilhosa de Carlos Ruiz Zafón, ou se são as personagens caricatas e hilariantes, ou se é apenas a exaltação do amor pelos livros e pela leitura que se destaca em cada verso da narrativa.

Carlos Ruiz Zafón é espanhol, nasceu em Barcelona, contudo atualmente reside em Los Angeles onde trabalha nos seus romances e colabora com alguns jornais conhecidos internacionalmente. Nunca tinha tido a oportunidade de ler um dos seus romances e, agora que o fiz, fiquei rendida!

A Sombra do Vento é uma história de mistérios escondidos, amizade, amor, política e suspense. Reúne todos os requisitos para uma boa leitura, e acima tudo é uma alegoria da amizade e carinho que certos leitores têm pelos seus livros. Os segredos escondidos neste livro são muito mais do que prevemos inicialmente e alcançam o seu ponto fulcral com um final deveras arrebatador. Li as últimas páginas desfocadas pois as lágrimas teimavam em não me deixar os olhos!

Adorei! Espero ter oportunidade de ler os próximos volumes desta série brevemente! Recomendo vivamente!

Novas Adições- Mês de Dezembro 2013

Durante o mês de Dezembro vieram parar à minha estante (que, por sinal, está enorme) mais uns livrinhos que partilho convosco:

Presentes:

uma promessa para toda a vida

Aquisições:

o voo do corvo juliet marilliera sombra do ventoA_Ultima_Feiticeira

O livro A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón (um livro que há muito queria comprar) e A Última Feiticeira (livro 1 da Saga das Pedras Mágicas) de Sandra Carvalho foram adquiridos numa feira de livros em segunda mão por um preço fantástico. O Voo do Corvo de Juliet Marillier foi, simplesmente, o meu presente de natal a mim mesma 🙂 .

Livros que quero ler – Wishlist (#1)

Existem alguns escritores e livros que fazem parte da minha Wishlist, quer pelas críticas positivas a que tenho acesso, quer pelas próprias sinopses presentes em cada livro. No entanto, devido ao preço sempre elevado destes livros, acabo por deixá-los pendentes até uma oportunidade em que estejam em promoção. Aqui ficam alguns autores e livros, que desejo muito ler:

1. Carlos Ruiz Zafón

A Sombra do Vento

a sombra do vento

Sinopse: Numa manhã de 1945 um rapaz é conduzido pelo pai a um lugar misterioso, oculto no coração da cidade velha: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Aí, Daniel Sempere encontra um livro maldito que muda o rumo da sua vida e o arrasta para um labirinto de intrigas e segredos enterrados na alma obscura de Barcelona. Juntando as técnicas do relato de intriga e suspense, o romance histórico e a comédia de costumes, “A Sombra do Vento” é sobretudo uma trágica história de amor cujo o eco se projecta através do tempo. Com uma grande força narrativa, o autor entrelaça tramas e enigmas ao modo de bonecas russas num inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros, numa intriga que se mantém até à última página.

O Príncipe da Neblina

o príncipe da neblina

Sinopse: O primeiro livro da trilogia Neblina. Um diabólico príncipe que tem a capacidade de conceder e realizar qualquer desejo… a um preço muito elevado. O novo lar dos Carver, numa remota aldeia da costa sul inglesa, está rodeado de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado. As estranhas circunstâncias dessa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina.

2. Markus Zusak

A Rapariga que roubava livros

A_Rapariga_Que_Roubava_Livros

Sinopse: Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em A Rapariga Que Roubava Livros, vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura.

3. Trudi Canavan

A Sacerdotisa da Luz 

a sacerdotisa da luz

Sinopse: O seu heroísmo salvou uma aldeia à beira da destruição. Agora, dez anos depois, eleita por cinco divindades, Auraya terá de testar os limites dos seus novos Dons e provar-se digna da honra e grave responsabilidade que lhe foram atribuídas. Um caminho recheado de ciladas e a amizade ilícita com um Tecedor de Sonhos – membro de uma seita proscrita de curandeiros – poderão pôr em risco o seu futuro, e, com ele, o destino de toda a Ithania do Norte. Vindos do Sul, misteriosos feiticeiros negros lideram um exército de feras, homens e semideuses. À medida que os invasores se aproximam da fronteira, vencendo todas as barreiras naturais, Auraya e os seus companheiros trabalham incansavelmente para selar alianças e unir todos os povos do Norte. O tempo, porém, escasseia…