Opinião: O Jogo de Ripper de Isabel Allende

 

Livro: O Jogo de Rippero-jogo-de-ripper

Autora: Isabel Allende

Páginas: 400

Sinopse: Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família da elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra.

Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo de mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade.

Quando uma série de crimes ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tentará deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.

Opinião:

O Jogo de Ripper é uma das apostas mais recentes da Porto Editora e também uma das mais recentes novidades da escritora chilena Isabel Allende. A maior parte dos seus livros enquadram-se no género romance, contudo este livro em específico, tem um toque de policial, diferente de tudo o que já li desta autora. Uma das curiosidades na escrita desta escritora é que nunca sabemos o que vamos encontrar. O que não muda é a sua capacidade de nos apresentar personagens muito reais, com um ligeiro toque excêntrico, com resultados, por vezes, hilariantes.

A sua narrativa foi, por vezes, muito descritiva. Todavia, as características das personagens e das situações contribuíram largamente para o meu interesse na história e na curiosidade no desenrolar deste Jogo. Ocorrem uma série de homicídios em São Francisco que, aparentemente, não têm nada em comum. Amanda é uma jovem que lidera um Jogo virtual, O Jogo de Ripper, que tem como intuito a análise dos crimes e no levantamento de hipóteses das causas e responsáveis. O Jogo torna-se demasiado real, e pessoal, quando envolve uma das pessoas mais importantes para Amanda: a sua mãe!

Destaco a forma maravilhosa como Isabel Allende nos apresenta as suas personagens. É uma contadora de histórias incrível e que me surpreendeu com este livro. Adorei a relação criada pela escritora entre Amanda e o seu avô Blake. A ternura e o carinho entre ambos era bem patente. O final foi uma surpresa, com uma morte que não esperava. Mas apesar de tudo, Gostei Muito!

 

Anúncios

Update: Estante de Maio

flores e estante

Uma Oferta & Um Empréstimo

A minha estante tem mais dois livrinhos. Estou muito curiosa relativamente a ambos e na expectativa de lhes deitar as mãos o mais brevemente possível.

Aqui ficam os livros:

Oferta: O Jogo de Ripper de Isabel Allende

o-jogo-de-ripper

Empréstimo: Na Sombra da Vingança de J.R.Ward (volume VII da Saga da Irmandade da Adaga Negra)

na sombra da vingança

Bom Fim-de-Semana e Boas Leituras 🙂

Destaque Autores – Março 2014

Isabel Allende

Este mês decidi destacar a melhor escritora chilena (na minha opinião) e jornalista, Isabel Allende.

Autora de muitos sucessos literários, Isabel é considerada, por muitos, uma das principais revelações da literatura latino-americana da década de 1980.

As suas personagens femininas são sempre fortes e têm um grande destaque no seu trabalho. Os seus romances abordam os temas mais variados, e a sua flexibilidade nos temas e na escrita, são as características que mais me saltam à vista quando leio um dos seus livros.

Aqui ficam alguns dos livros que já tive oportunidade de ler desta escritora e que recomendo:

retrato a sépia

de amor e de sombra

a cidade dos deuses selvagens

A soma dos dias

Novidade Porto Editora

o-jogo-de-ripper

O Jogo de Ripper – Isabel Allende

Sinopse: Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família da elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra.

Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo de mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade.

Quando uma série de crimes ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tentará deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.

Opinião: A Soma dos Dias de Isabel Allende

 

Livro: A Soma dos DiasA soma dos dias

Autora: Isabel Allende

Páginas: 360

Sinopse: Nas páginas deste livro, Isabel Allende narra com franqueza a história recente da sua vida e da sua peculiar familia na Califórnia, numa casa aberta, cheia de gente e de personagens literárias, protegida por um espírito; filhas perdidas, netos e livros que nascem, êxitos e sofrimento, uma viagem ao mundo dos vícios e outras a lugares remotos do mundo em busca de inspiração, juntamente com divórcios, encontros, amores, separações, crises matrimoniais e reconciliações. Também é uma história de amor entre um homem e uma mulher maduros, que ultrapassaram juntos muitos obstáculos sem perderem a paixão nem o humor, e de uma familia moderna, desgarrada por conflitos, e unida, apesar de tudo, pelo carinho e a decisão de continuar em frente.

Opinião: Este livro é baseado na própria vida da autora. Os factos neste livro são biográficos e escritos sob o ponto de vista de Isabel Allende. A sua família é a base deste livro e principalmente a sua filha Paula que faleceu e com a qual a autora estabelece conversas e divagações ao longo de todo o livro. Percebemos a dor de Isabel Allende e as consequência que existiram com a morte da sua filha. Temos acesso aos seus gostos, amigos, pensamentos e até opiniões sobre os que lhe são mais próprios. Com uma escrita latina muito definida, este livro aproxima-nos da autora e realça a importância da família nas nossas vidas. Gostei muito!

Top 10 de 2012

Decidi reunir os melhores 10 livros que li em 2012. Ao longo da semana irei colocar a opinião de cada um deles, assim como uma breve análise dos autores.

Aqui fica a lista com o meu Top 10 de 2012:

1. Shadowfell – Juliett Marillier

SHADOWFELL_PR

2. O Grande Amor da Minha Vida – O Cavaleiro de Bronze – Paulinna Simons

o grande amor da minha vida(Opinião já publicada)

3. A Guerra dos Tronos – George R.R. Martin – Livro I

a guerra dos tronos

4. A Muralha de Gelo – George R.R.Martin – Livro II

A muralha de gelo

5. A Fúria dos Reis – George R.R.Martin – Livro III

A fúria dos Reis

6. A Soma dos Dias – Isabel Allende

A soma dos dias

7. As Vinhas da Ira – John Steinbeck

As vinhas da Ira

8. Eragon – Christopher Paolini

eragon

9. Café Amore – Nicky Pelegrino

caffe_amore

10. Oliver Twist – Charles Dickens

Oliver Twist