Opinião: Cinzas de Jennifer Armintrout

 

Livro: Cinzas (Laços e Sangue, Livro 3)Cinzas

Autora: Jennifer Armintrout

Páginas: 312

Sinopse: Ser vampiro é uma questão de vida ou de morte. Jennifer Armintrout apresenta-nos um novo livro: Cinzas e tal como acontece em A Iniciação e A Possessão o universo que ela criou é bem diferente de tudo aquilo a que estamos habituados. Aqui, os vampiros não podem apanhar Sol e a água benta e as estacas matam-nos. As personagens são na sua totalidade muito misteriosas com vidas anteriores cheias de sofrimento. Quando um vampiro decide iniciar um humano, é necessária uma troca de sangue e isso cria um laço de sangue entre eles. O iniciado com o sangue do seu progenitor nas veias sente-se forçado a velar e a proteger o seu progenitor. Normalmente, são criaturas belas e com poderes superiores aos dos humanos. O Devorador de Almas que é uma das personagens mais misteriosas e poderosas deste romance, decide que Nathan, seu iniciado, fique possuído pelo Mal e Cyrus, também seu iniciado, depois de ser morto por Carrie, ressuscite e se torne humano, sofrendo na pele todas as angústias a que o ser humano está sujeito… Agora o perigo iminente surge no momento em que o Oráculo é libertado, correndo o risco de transformar o mundo num antro de vampiros e transformar o Devorador de Almas num deus maligno

Opinião: Este é o 3º livro da série Laços de Sangue da escritora norte-americana Jennifer Armintrout. Neste volume temos o reforçar do triângulo amoroso entre Carrie-Nathan-Cyrus e a constante indecisão por parte de Carrie de quem deve escolher. Gostei muito da história de Bella e Max, que neste livro têm um papel mais activo e acabam por “roubar”, na minha opinião, o protagonismo das personagens Carrie-Nathan-Cyrus. Gostei do humor intrínseco na escrita e na acção de toda a narrativa, sempre bastante cativante. O final foi uma surpresa com o aparecimento de uma persongem que eu não estava à espera e com a morte de outra, com a qual também não contava. Ficou muita coisa por esclarecer e espero que publiquem o próximo livro em breve. Gostei muito e Recomendo!

Opinião: A Possessão de Jennifer Armintrout

 

Livro: A Possessão (Laços de Sangue – Livro 2)a possessão

Autor: Jennifer Armintrout

Páginas: 344

Sinopse: O meu pai sempre me disse que o medo é uma fraqueza. 
Ora, isso é fácil de dizer quando não temos de nos preocupar com caçadores de vampiros e água benta. Detesto o medo, mas a vida, ou melhor, a morte continua. matei o meu amo malévolo, Cyrus, apaixonei-me pelo meu novo amo, Nathan, e até me acostumei a beber sangue. E quando as coisas estavam a regressar ao normal – o mais normal possível quando a luz do sol nos pode matar – Nathan é possuído. E massacra um humano inocente. Agora tenho de encontrar Nathan antes que o Movimento Voluntário para a Extinção dos Vampiros o localize, porque estão apenas à espera de uma desculpa para o matar – a ele e a qualquer outro que seja suficientemente parvo para o ajudar. Mas isso não é o pior. Nathan está possuído pelo espírito de um dos vampiros mais malévolos de sempre, O Devorador De Almas. E quem pode imaginar quais serão os seus planos? Com o devorador de Almas e o meu amo possuído à solta, sinto muito medo, incluindo ser morta, outra vez.

Opinião:

Jennifer Armintrout é norte-americana e autora da série Laços de Sangue. A Possessão é o segundo livro desta série e a sua base assenta na possessão que acontece com Nathan, o apaixonado de Carrie (a protagonista).

Neste livro destaco:

– Cyrus e Max: 2 personagens que achei serem os pontos fulcrais da acção e que contribuíram para o enriquecimento da trama;

– O “Rato” e Bella: 2 personagens novas que tiveram um papel fundamental para a revelação das personagens de Cyrus e Max, respectivamente.

A protagonista Carrie desiludiu-me um pouco, por algumas decisões que tomou e algumas atitudes precipitadas que afectaram a vida de muitos à sua volta. Contudo também apresentou características muito positivas: é muito divertida e com uns rasgos de humor cativantes. Quanto a Nathan (uma das personagens que mais gostei no primeiro livro), neste segundo passou por uma grande transformação e deixou de ser um dos meus predilectos. Vamos ver o que acontece no próximo volume. Espero ter mais feedback da história de Max e Bella, que adorei e que gostava que tivesse sido mais explorada.

Concluindo, gostei muito e fiquei curiosa para saber o que vai acontecer a seguir! Aconselho.

Opinião: A Iniciação de Jennifer Armintrout

 

Livro: A Iniciação (Laços de Sangue – Livro I)A iniciação

Autora: Jennifer Armintrout

Páginas: 334

Sinopse: Eu não sou cobarde. Quero deixar isso bem claro. Mas, depois de a minha vida se transformar num filme de terror, passei a levar o medo muito mais a sério. Tinha-me tornado na Dra. Carrie Ames apenas há oito meses, quando fui atacada na morgue do hospital por um vampiro. Haja sorte. Por isso agora sou uma vampira e descobri que tenho um laço de sangue com o monstro que me criou. Este funciona como uma trela invisível, pelo que estou ligada a ele, independentemente daquilo que faça. E, claro, ele tinha de ser um dos vampiros mais malévolos à face da Terra. Com o meu Amo decidido a transformar-me numa assassina sem escrúpulos e o seu maior inimigo empenhado em exterminar-me, as coisas não podiam ser piores – só que me sinto atraída pelos dois. Beber sangue, viver como um demónio imortal e ser um peão entre duas facções de vampiros não é exactamente o que tinha imaginado para o meu futuro. Mas, como o meu pai costumava dizer, a única forma de vencer o medo é enfrentá-lo. E é isso que irei fazer. Com as garras de fora

Opinião:

Jennifer Armintrout é uma escritora norte-americana e é conhecida por ser obcecada por vampiros desde muito nova. É autora da série Laços de Sangue e este é o primeiro volume da série. A sua escrita é muito fluída e atrevida com alguns rasgos de humor e momentos de (alguma) ternura. A protagonista Carrie é iniciada como vampiro por um dos mais terríveis e maléficos vampiros, Cyrus. Tive alguma dificuldade em “detestar” este personagem, apesar da sua personalidade sádica e maléfica. Houve alturas da história em que o detestei, outras em que senti alguma simpatia, talvez pela curiosidade pelo motivo que o levou a ser como é. Teve um final que eu não esperava…mas vamos ver nos próximos volumes o que vai acontecer. Quanto a Nathan, um vampiro que apoia e ajuda Carrie, gostei dele desde o início, mas este também tem muitos segredos que me deixam curiosa e talvez não seja tão “transparente” como Cyrus. Uma personagem de quem gostei também (e não poderia deixar de o mencionar) foi de Ziggy, tive pena do que lhe aconteceu…Estou com alguma curiosidade na evolução destas personagens e no futuro de Carrie. Uma série que recomendo a todos os apaixonados pelo sobrenatural, pelos vampiros, pelas histórias cheias de acção e sensualidade.

Adorei este livro e espero ler os próximos volumes em breve!