Opinião: A Melodia do Amor de Lesley Pearse

 

Livro: A Melodia do Amormelodia do amor

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 520

Sinopse: Liverpool, 1893. Os sonhos de Beth são desfeitos quando ela, o irmão Sam e a irmã mais nova, Molly, ficam órfãos. As suas vidas, até então tranquilas e seguras, sofrem uma dramática reviravolta. Para escapar a um futuro de miséria e servidão, Sam e Beth decidem arriscar tudo, atravessar o Atlântico e partir à conquista do sonho americano. Mas Molly é demasiado pequena para os acompanhar e os irmãos vêem-se obrigados a tomar uma decisão que os marcará para sempre: deixá-la em Inglaterra, a cargo de uma família adoptiva.
A bordo do navio para Nova Iorque não faltam vigaristas e trapaceiros, mas o talento de Beth com o violino conquista-lhe a alcunha de Cigana, a amizade de Theo, um carismático jogador de cartas, e do perspicaz Jack. Juntos, os jovens vão começar de novo num país onde todos os sonhos são possíveis.
Para a romântica Beth, esta será a maior aventura da sua vida. Conseguirá a Cigana voltar a encontrar um verdadeiro lar?

Opinião:

Lesley Pearse tem uma série de livros editados em Portugal. E é uma das escritoras mais apreciadas pelos leitores portugueses. Este é o segundo livro que leio desta escritora e constato vários pontos em comum: uma personagem feminina com personalidade muito forte; realidades de vida muito difíceis mas sempre com a esperança de um futuro melhor.

Neste livro temos retratada a esperança que outrora invadiu uma geração, cujo único meio de sobrevivência, ou esperança de um futuro melhor, era a emigração. Confesso que me chocaram algumas das condições (quer na viagem, quer depois de chegarem ao destino) pelas quais passaram as personagens, que embarcaram num navio com destino à América e ao sonho de um futuro de riqueza e glória. Percebemos o quão superficial é este sonho, quando terminamos este livro de mais de quinhentas páginas! Será a ambição de meios materiais e o desejo de admiração dos outros assim tão importante para a nossa felicidade? Foi uma das questões que me surgiu ao longo do livro!

As personagens foram construídas de uma forma muito real e, por vezes, dura! A minha personagem favorita foi Jack! O mais honesto e trabalhador dos ingleses que embarcou para a América. O que menos gostei foi Theo, por tudo o que retrava, e pela ambição e despreocupação para com os outros.

A música, a amizade, o amor e o espírito de sacrifício foram alguns dos temas abordados ao longo deste romance. Gostei muito do final e fiquei muito feliz com a escolha de Beth, quanto ao seu coração e ao homem com qual quis partilhar a sua vida. Adorei e Recomendo!

 

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s