Opinião: Palavras Essenciais de Paulo Coelho

 

Livro (da biblioteca): Palavras Essenciais

Autor: Paulo Coelho

Páginas: 104

Sinopse: Palavras Essenciais, um livro que reconhece o que de mais inesquecível e marcante existe na vasta obra de Paulo Coelho. Encontram-se aqui reunidas, acompanhadas de belíssimas aguarelas, as frases que tocaram o fundo do coração de milhões de leitores por todo o mundo.

Opinião:

Li este livro de uma assentada durante a tarde de hoje, junto ao mar, com o vento a fustigar-me o cabelo e a tentar voltar as páginas, num prenúncio silencioso da minha ânsia exacerbada de terminar a leitura (e de simultaneamente não querer que termine!).

Este livro reúne citações e frases inesquecíveis de várias obras do autor, organizadas por capítulos consoante o tema da obra de Paulo Coelho: os sonhos, a sabedoria, a felicidade, o destino, o amor, viver a vida como uma aventura, Deus, etc. Estas citações maravilhosas encontram-se acompanhadas por maravilhosas aguarelas (tão profundas e emocionantes quanto as reflexões), criadas pela pintora Ana Cenzato.

Este livro apimentou a minha curiosidade para outras obras deste autor. Nas próximas viagens à biblioteca, vou trazer, quase de certeza, mais um dos seus livros comigo! Um escritor talentoso, inspirador, que nos faz reflectir e sair um pouco das limitações (de pensamento) que por vezes criamos em nós mesmos! Adorei!

Classificação: 4*

Citação: “Existem duas coisas que impedem uma pessoa de realizar os seus sonhos: achar que eles são impossíveis, ou através de uma súbita reviravolta na roda do destino, vê-los transformar-se em algo possível quando menos se espera. Pois nesse momento surge o medo de um caminho que não se sabe onde vai dar, de uma vida com desafios, da possibilidade que as coisas com que estamos acostumados desapareçam para sempre.”

Também li deste autor:

O Alquimista

Opinião: Um Mar de Rosas de Nora Roberts

 

Livro: Um Mar de Rosas (#2, Bride Quartet)

Autora: Nora Roberts

Páginas: 288

Sinopse: Desde criança que Emma é uma jovem sensível e romântica e não é surpresa para ninguém que tenha encontrado a sua vocação como florista de casamentos. Assim está sempre rodeada de flores e trabalha com as suas três melhores amigas – Mackensie, Parker e Laurel. Emma não podia estar melhor, certo? Errado. É que Emma, apesar de bela e encher de vida todas as salas onde entra (aliás, tal como acontece com os arranjos florais que cria), apenas se cruza com os homens errados. E o último lugar onde alguma vez se lembrou de procurar é…bem debaixo do seu nariz. Jack Cooke é um arquiteto e amigo de longa data que praticamente faz parte da família. Um dia ele apercebe-se que sente por Emma algo mais do que apenas amizade. Mas quando a sua paixão é correspondida, as coisas começam a complicar-se. É que nem ele gosta de compromissos, nem ela é dada a casos passageiros. Conseguirão confiar nos seus corações — para se entregarem a uma vida em comum?

Opinião:

Este é o segundo volume da série Bride Quartet da escritora norte-america, Nora Roberts! É uma excelente sugestão para uma leitura de verão, perfeita para acompanhar o som das ondas na praia, ou o cantar dos pássaros como melodia de fundo!

Acompanhamos a história de Emma e Jack, no seguimento do primeiro volume desta série! Uma história que valoriza a amizade, o amor e as relações familiares! As flores estão em destaque neste romance, sendo a ocupação profissional da protagonista. É incrível os cuidados que as flores exigem, os segredos e alguns nomes muito curiosos que aprendemos neste livro.

Um livro simples, acessível e muito romântico, com a marca de qualidade da autora! Os momentos de humor estão muito presentes ao longo da narrativa, proporcionando momentos de leitura muito divertidos e agradáveis! Gostei mais uma vez!

Classificação: 4*

Citação: “Olhou para os jardins bordejados de prata onde a primavera se manifestava em cores e formas suaves. Quase conseguia ouvir a música, quase se via a si mesma dançando entre as rosas e as azáleas, as peónias que ainda guardavam as suas pétalas e o seu perfume em bolas bem fechadas.”

1.º Volume desta série:

Um Dia Perfeito

Opinião: És o Meu Destino de Lesley Pearse

 

Livro: És o Meu Destino (Belle, #3)

Autora: Lesley Pearse

Páginas: 544

Sinopse: 1938. A Nova Zelândia é um país belo e tranquilo. Um paraíso de onde Mariette, filha de Belle e de Étienne, só pensa em fugir. Cansada da tacanhez da pequena cidade onde vive, ela está disposta a embarcar para a Europa mesmo sabendo que essa viagem poderá ser-lhe fatal. O mundo prepara-se para a guerra, mas, para a irreverente Mariette, ficar é uma alternativa bem pior. 
Chegada a Londres, a jovem depressa se deixa encantar pelas suas tentações e esquece o breve vislumbre que teve do amor. Londres é tudo aquilo com que sempre sonhou. Mas a noite do seu vigésimo-primeiro aniversário vai mudar tudo. Os violentos bombardeamentos nazis transformam a cidade mais vibrante da Europa num pesadelo de terror, devastação e morte. Pela primeira vez, ela sente o peso esmagador da solidão. É dos escombros da guerra, porém, que emergirá uma nova Mariette. A adolescente egoísta dá lugar a uma mulher forte, madura e abnegada que está disposta a tudo – até a morrer – para ajudar os mais desprotegidos. E é no seu momento mais vulnerável que o amor lhe bate à porta. Um amor tão inquieto e desesperado quanto o mundo que a rodeia.

Opinião:

Este é o terceiro e último volume da trilogia Belle da, maravilhosa, autora Lesley Pearse. Neste último volume acompanhamos a história da filha mais velha de Belle e Étienne, a determinada e corajosa, Mariette! A acção começa na Nova Zelândia, mas posteriormente acompanhamos a viagem de Mariette para Inglaterra, onde a sua vida muda radicalmente, em consequência da guerra instalada pelos nazis!

Mariette, inicialmente muito centrada em si, transforma-se numa mulher mais compreensiva e atenta às necessidades de quem a rodeia, em detrimento da sua própria segurança e bem estar. A sua personalidade molda-se e surge uma mulher destemida, corajosa e com semelhanças à sua mãe, Belle!

Um romance muito bem escrito, que reflecte as consequências dos bombardeamentos nazis, não só na Inglaterra (que foram devastadores) mas por toda a Europa! Aprendo imenso com os romances desta autora que menciona sempre, de uma forma muito cuidada, o contexto histórico e cultural da época que retrata. Adorei mais uma vez e recomendo!

Classificação: 5*

Citação: “Costumava ser tão segura de mim mesma, quando era mais nova – disse, com um ar pensativo. – Nunca tinha um momento de dúvida a respeito do que quer que fosse. Agora tenho dúvidas a respeito de quase tudo.”

Também li desta autora:

(Sonhos Proibidos e A Promessa, 1.º e 2.º livro da trilogia Belle)

  

 Segue o Coração, Não olhes para trásA Melodia do AmorNunca me Esqueças

Opinião: O Som do Silêncio de Rosamund Lupton

 

Livro: O Som do Silêncio

Autora: Rosamund Lupton

Páginas: 296

Sinopse: A 24 de novembro, Yasmin e a filha de dez anos, Ruby, partem numa viagem pelo Norte do Alasca. Procuram o pai de Ruby, desaparecido na imensidão do Ártico.
Cada vez mais isoladas, embrenham-se profundamente na noite sem fim. E Ruby, surda de nascença, tem de enfrentar a escuridão.
Embora estejam determinadas a não desistir, o inverno aumenta de intensidade e alguém segue-lhes no encalço através da escuridão.

Opinião: 

O Som do Silêncio é um thriller cuja acção decorre no frio e solitário Alasca. A autora inglesa, Rosamund Lupton, centra a acção em Yasmin, e na sua filha surda Ruby. Ambas procuram o pai de Ruby que é dado como morto, numa busca incessante pelas estradas isoladas e de arrepiar do Norte do Alasca.

A base da narrativa realça a natureza gelada e as espécie que nela subsistem, muitas vezes desvalorizada em detrimento de interesses políticos e económicos, mas extremamente preciosa e importante desta parte do planeta.

Um livro gelado, claustrofóbico (se é que se pode sentir isto ao ler um livro!), mas simultaneamente com pequenos toques de emotividade, com a personagem Ruby de apenas onze anos e surda de nascença! Apesar de ser especial, Ruby enfrenta os momentos mais difíceis e dramáticos com uma força capaz de inibir um gigante! Apesar de algumas mensagens importantes que o livro reflecte, senti que em termos de história ficou um pouco aquém das minhas expectativas – um pouco altas demais, quando pequei no livro, confesso! O final foi um pouco abrupto e fiquei com algumas dúvidas por esclarecer…

Classificação: 2*

Citação:  “- … Sabias que o espaço é absolutamente silencioso? Até as estrelas, quando explodem, não fazem som nenhum. – Então, no espaço toda a gente ouve como eu. – Sim. Gosto de pensar em como está tudo silencioso lá em cima. Milhares de milhões de anos-luz de silêncio. Também gosto”

Opinião: Um Dia Perfeito de Nora Roberts

 

Livro: Um Dia Perfeito (#1, Bride Quartet)

Autora: Nora Roberts

Páginas: 288

Sinopse: Quando eram crianças, as quatro amigas Mackensie, Emma, Laurel e Parker, passavam horas a imaginar como seria um dia de casamento perfeito. Anos mais tarde, as suas fantasias tornam-se realidade, mas de uma forma que não esperavam:
criaram uma empresa de organização de casamentos e realizam os sonhos de outras mulheres.
Em Um dia Perfeito, ficamos a conhecer Mackensie Elliot, uma fotógrafa bonita e independente, que adora captar os momentos felizes e únicos que descobre nos casamentos. Mas tanta felicidade ao seu redor por vezes recorda-lhe um passado de amargura e que quer deixar para trás.
Quando conhece Carter Maguire, irmão de uma noiva, sente que um inofensivo flirt pode ser mesmo aquilo que precisa para tirar a cabeça de tantos casamentos.
O que não esperava era que o coração lhe pregasse uma rasteira e exigisse algo que ela julgava impensável… Poderá Mackensie descobrir o caminho para a felicidade e rumar, um dia, ao altar?

Opinião:

Quando precisamos de uma dose extra de romantismo apaixonado para alegrar os nossos dias, não há melhor que ler um livro de Nora Roberts! Os seus romances cheios de momentos de humor, amizade e paixão são perfeitos para uma sonhadora como eu, que encontro a cabeça mais vezes nas nuvens do que em solo firme!

Nora Roberts é sobejamente conhecida e aclamada pelo seu talento em criar histórias onde as emoções são o tema principal da trama. Apresenta-nos sempre personagens diferentes, cativantes e muito divertidas. Esta escritora já vendeu mais de 400 milhões de livros em todo o mundo e conta com uma legião de fãs!

Este é o primeiro livro da série “Bride Quartet” que conta a história de quatro amigas que trabalham num empresa de organização de casamentos. Cada livro corresponde à história de uma dessas mulheres (Mac, Emma, Laurel e Parker). Neste livro acompanhamos a história da impulsiva Mackensie e do ponderado Carter. Adorei e espero continuar a acompanhar esta série!

Classificação: 4*

Citação: “Porque a minha vida se abriu e se encheu de cor quando entraste nela.”

Continuar a ler