Opinião: O Lago dos Sonhos de Juliet Marillier

 

Livro: O Lago dos Sonho (Livro 1, Saga Blackthorn & Grim)O lago dos sonhos de Juliet Marillier

Autora: Juliet Marillier

Páginas: 448

Sinopse: Em troca de ajuda para escapar a um longo e injusto encarceramento, a amarga curandeira mágica Blackthorn jurou pôr de lado o seu desejo de vingança contra o homem que destruiu tudo o que lhe era querido. Seguida por um companheiro de clausura, um homem grande e silencioso chamado Grim, ela viaja para o norte, rumo a Dalriada. Aqui, viverá na orla de uma misteriosa floresta e terá de cumprir, durante sete anos, a promessa que fez ao seu libertador: aceder a todos os pedidos de socorro que lhe forem dirigidos.

Oran, príncipe herdeiro do trono de Dalriada, esperou com ansiedade a chegada da sua noiva, Lady Flidais. Conhece-a apenas por via de um retrato e da poética correspondência que trocaram entre si e que um dia o convenceu de que Flidais era o seu verdadeiro amor. Oran descobre, porém, que as cartas também mentem, pois, embora igual em aparência à imagem no retrato, a sua noiva vem a revelar-se uma mulher muito diferente da criatura sensível e sonhadora que escreveu aquelas cartas.

Nas vésperas do seu casamento, o príncipe não vê saída para a o seu dilema. Mas corre o rumor de que Blackthorn possui um dom extraordinário para a resolução de problemas espinhosos, e ele pede a sua ajuda. Para salvar Oran das suas insidiosas núpcias, Blackthorn e Grim vão precisar de todos os seus recursos: coragem, engenho, astúcia e talvez até um pouco de magia.

Opinião: 

Ler Juliet Marillier é como voltar a casa! Sabem aquela sensação acolhedora de aconchego e felicidade? É o que sinto quando leio os livros desta autora. Esta escritora neozelandesa tem magia nas palavras que escreve, e já tem um lugar de destaque neste género literário.

Este livro em específico pertence a uma nova série intitulada Blackthorn & Grim, onde temos a curandeira Blackthorn e o seu companheiro de estrada – com um passado enigmático – Grim, juntos de uma forma involuntária e (quase) acidental numa missão num Reino rodeado de uma floresta encantada/assombrada.

A narrativa é fluída e simples. Os contornos da história mudam ao longo da trama e mantêm o leitor na expectativa. Contudo, nada se compara à sua primeira saga Sevenwaters (as suas melhores obras, na minha opinião). Os seus últimos livros têm ficado um pouco aquém das minhas expectativas, sem retirar a qualidade e o mérito das suas histórias.

Gostei muito e recomendo a todos os que apreciam este género literário!

Classificação: 4*

Opinião: A Voz de Juliet Marillier

 

Livro: A Voz (Livro 3, Shadowfell)A Voz -juliet marillier

Autora: Juliet Marillier

Páginas: 456

Sinopse: A surpreendente conclusão da trilogia que começou com Shadowfell, cheia de romance, intriga e magia.
Há um ano, Neryn nada tinha a não ser um Dom Iluminado que mal compreendia e o sonho vago de que a mítica base rebelde de Shadowfell pudesse ser real. Agora, é a arma secreta dos Rebeldes e a sua grande esperança de fazerem vingar essa revolta secreta contra o rei Keldec, que terá lugar no dia do Solstício de Verão. O destino de Alban está nas suas mãos. Entretanto, Flint, o homem por quem se apaixonou, está no limite das suas forças enquanto espião na corte do rei e acumulam-se as suspeitas da sua traição.
Em jogo, está a liberdade do povo de Alban, a possibilidade de os Boa Gente saírem dos esconderijos e a oportunidade de Flint e Neryn se unirem finalmente.

Opinião:

Este é o terceiro e último livro da trilogia Shadowfell da escritora Juliet Marillier. Eu adoro esta escritora mas este livro, em específico, não me cativou tanto, como os anteriores. Senti alguma dificuldade, no início,  em “entrar” na história, talvez porque já passou algum tempo desde que li o segundo livro e algumas coisas não estavam tão presentes na minha memória. A segunda parte, conteve mais acção e foi mais apelativa de ler, na minha perspectiva.

Tive pena que o romance entre  Neryn e Flint não fosse mais aprofundado. Senti que durante estes três livros, apesar de terem momentos muito românticos em conjunto, estiveram muito separados pelas circunstâncias da história e deixou-me um pouco insatisfeita nesta área. Apesar do final ter sido muito bonito. Tenho de deixar uma nota positiva para a capa deste livro que é lindíssima!

Sugestão de Leitura – Setembro 2014

 

Livro: Sangue-do-Coraçãosangue-do-coração

Autora: Juliet Marillier

Páginas: 400

Sinopse: 

Uma floresta assombrada. Um castelo amaldiçoado. Uma jovem que foge do seu passado e um homem que é mais do que parece ser. Uma história de amor, traição e redenção…

Whistling Tor é um lugar de segredos, uma colina arborizada e misteriosa que alberga a fortaleza deteriorada de um chefe tribal cujo nome se pronuncia no distrito em tons de repulsa e de amargura. Há uma maldição que paira sobre a família de Anluan e o seu povo; os bosques escondem uma força perigosa que pronuncia desgraças a cada sussurro.
E, no entanto, a fortaleza abandonada é um porto seguro para Caitrin, a jovem escriba inquieta que foge dos seus próprios fantasmas. Apesar do temperamento de Anluan e dos misteriosos segredos guardados nos corredores escuros, este lugar há muito temido providencia o refúgio de que ela tanto precisa.
À medida que o tempo passa, Caitrin aprende que há mais por detrás do jovem desfeito e dos estranhos membros do seu lar do que ela pensava. Poderá ser apenas através do amor e da determinação dela que a maldição será desfeita e Anluan e a sua gente libertados…

Opinião:

Este mês a minha sugestão de leitura recai sobre um dos romances de uma das minhas escritoras de eleição: Juliet Marillier! Sangue-do-Coração apresenta-nos uma história de mistério, amor e segredos escondidos num castelo amaldiçoado. Reúne os ingredientes necessários para prender o leitor até à última página.

Caitrin encontra-se em fuga, quando chega ao castelo da família de Anluan e encontra um príncipe derrotado, um sótão sombrio com muito por revelar e habitantes deveras estranhos. A linha narrativa estende-se a partir daqui, e tudo o que se desenvolve vai decidir o futuro de todos os intervenientes, incluindo Caitrin.

Juliet Marillier coloca na sua escrita uma intensidade que, na minha opinião, é soberba! Transporta-me sempre para outros mundos e faz-me sonhar acordada com personagens que só existem nas folhas dos seus livros. Já li este livro há muito tempo, mas lembro-me perfeitamente da forma como o devorei! Aqui fica a minha sugestão deste mês. Espero que gostem!

Sugestão de Leitura – Julho de 2014

 

Livro: O Filho de Thor (Livro 1 – Saga das Ilhas Brilhantes)O_FILHO_DE_THOR

Autora: Juliet Marillier

Páginas: 560

Sinopse: Eyvind sempre quis ser um dos maiores guerreiros viquingues – um Pele-de-Lobo – e lutar pelo seu chefe em nome do deus Pai da Guerra, Thor. Não concebe outro futuro mais glorioso. Mas o seu amigo Somerled, um rapaz estranho e solitário, tem outros planos para o futuro. Um juramento de sangue feito na infância força estes dois homens a uma vida de lealdade mútua. A um mundo de distância, Nessa, sobrinha do Rei dos Folk, começa a aprender os mistérios da sua fé. Nem a jovem sacerdotisa nem o seu povo imaginam o que lhes reserva o futuro. Eyvind e Somerled parecem destinados a seguir caminhos diferentes. Um torna-se um feroz servidor de Thor e outro um cortesão erudito. Uma viagem chefiada pelo respeitado irmão de Somerled, Ulf, junta de novo os dois amigos, que acompanham um grupo de colonos que se vai instalar numa das ilhas maravilhosas do outro lado do mar. Quando um facto trágico acontece a bordo de um dos navios, Eyvind começa a suspeitar de que talvez não tenha sido um acidente..

Opinião:

A minha sugestão de leitura deste mês vai para o primeiro livro da Saga das Ilhas Brilhantes escrito por uma das minhas escritoras preferidas, Juliet Marillier! O filho de Thor, em inglês Wolfskin, apresenta-nos a história de um guerreiro viking, Eyvind, que quer tornar-se no orgulho da sua família e sonha um dia ser um grande guerreiro Pele-de-Lobo. O seu destino cruza-se com o aristocrático e enigmático Somerled e que se torna seu irmão de sangue. Temos, ainda, a aprendiz de sacerdotisa, Nessa, que se revela uma personagem muito importante ao longo da saga.

Já li esta saga à muitos anos mas mantém um lugar de destaque na minha estante. Esta escritora consegue sempre libertar magia nas páginas dos seus livros e com este primeiro volume envolve o leitor nos caminhos intrincados que o protagonista Eyvind tem de percorrer. Adorei este livro, aliás adorei a saga completa, e lembro-me que no segundo livro me emocionei com o final devido a alguns acontecimentos com uma personagem em particular.

Aqui fica a capa do segundo volume desta saga:

MASCARA_DE_RAPOSA

 

 

Série Shadowfell – Novo livro em Julho

 

A Voz -juliet marillier

O terceiro livro da Série Shadowfell, intitulado A Voz (o original é The Caller) vai ser lançado pela Editora Planeta a 2 de Julho!

Tenho os dois primeiro livros desta série, assim como todos os livros editados em Portugal da, neozelandesa, Juliet Marillier. A capa é lindíssima e como fã incondicional que sou desta escritora, mal posso esperar 🙂