Opinião: O Jogo de Ripper de Isabel Allende

 

Livro: O Jogo de Rippero-jogo-de-ripper

Autora: Isabel Allende

Páginas: 400

Sinopse: Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família da elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra.

Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo de mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade.

Quando uma série de crimes ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tentará deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.

Opinião:

O Jogo de Ripper é uma das apostas mais recentes da Porto Editora e também uma das mais recentes novidades da escritora chilena Isabel Allende. A maior parte dos seus livros enquadram-se no género romance, contudo este livro em específico, tem um toque de policial, diferente de tudo o que já li desta autora. Uma das curiosidades na escrita desta escritora é que nunca sabemos o que vamos encontrar. O que não muda é a sua capacidade de nos apresentar personagens muito reais, com um ligeiro toque excêntrico, com resultados, por vezes, hilariantes.

A sua narrativa foi, por vezes, muito descritiva. Todavia, as características das personagens e das situações contribuíram largamente para o meu interesse na história e na curiosidade no desenrolar deste Jogo. Ocorrem uma série de homicídios em São Francisco que, aparentemente, não têm nada em comum. Amanda é uma jovem que lidera um Jogo virtual, O Jogo de Ripper, que tem como intuito a análise dos crimes e no levantamento de hipóteses das causas e responsáveis. O Jogo torna-se demasiado real, e pessoal, quando envolve uma das pessoas mais importantes para Amanda: a sua mãe!

Destaco a forma maravilhosa como Isabel Allende nos apresenta as suas personagens. É uma contadora de histórias incrível e que me surpreendeu com este livro. Adorei a relação criada pela escritora entre Amanda e o seu avô Blake. A ternura e o carinho entre ambos era bem patente. O final foi uma surpresa, com uma morte que não esperava. Mas apesar de tudo, Gostei Muito!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s