Opinião: Poemas completos de Ricardo Reis

 

E-book: Poemas Completos de Ricardo Reis: Antologia poética do heterónimo de Fernando Pessoa, Ricardo ReisRicardo-Reis-capa-236x334

Autor: Fernando Pessoa

Páginas: 182

Sinopse: Antologia poética do heterónimo de Fernando Pessoa: Ricardo Reis. Inclui: Mestre, são plácidas; Deuses desterrados; Coroai-me de rosas; O Deus Pã não morreu; Dia suave; Vem sentar-te comigo Lídia; Ao longe
Só ter flores; A palidez do dia; Não tenhas nada nas mãos; Sábio é…; As rosas; etc.

Opinião:

Ricardo Reis é um heterónimo criado pelo poeta e escritor português Fernando Pessoa. Dos seus quatro heterónimos (Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro e Bernardo Soares) o meu preferido é Alberto Caeiro, com a sua simplicidade de pensamento e ligação à natureza. Tenho um livro com as suas obras que já li à alguns anos e que ainda não tive oportunidade de partilhar aqui no blogue, mas assim que possível irei fazê-lo, porque vale a pena ler a sua obra.

Contudo, esta antologia poética reúne algumas obras de Ricardo Reis que se apresenta de uma forma muito distinta de Alberto Caeiro. É descrito como médico, mais urbano e faz uso da mitologia não-cristã; Os deuses animam – segundo a sua visão classicista – toda a natureza ao seu redor. É, na minha humilde opinião, um dos mais rígidos e distantes heterónimos criados por Fernando Pessoa. Todavia, a sua obra não deixa de ser digna de admiração e contemplação. É um clássico do nosso grande poeta e escritor Fernando Pessoa.

Classificação: 2*

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s