Opinião: NYPD Red, À Margem da Lei de James Patterson e Marshal Karp

 

Livro: NYPD Red, À Margem da Lei (Livro 2, NYPD Red)

Autores: James Patterson e Marshal Karp

Páginas: 336

Sinopse: A NYPD Red enfrenta agora o seu inimigo mais perigoso de sempre.
Há um serial killer à solta em Nova Iorque, perseguindo e assassinando criminosos que conseguiram escapar à Justiça. À medida que o número de vítimas deste justiceiro por conta própria aumenta, cada vez mais nova-iorquinos o apoiam.
O detetive Zach Jordan e a sua parceira Kylie MacDonald são destacados para o caso quando mais uma pessoa, uma mulher ligada à campanha eleitoral de um dos candidatos à Câmara de Nova Iorque, é assassinada. Zach e Kylie têm de descobrir quais são as verdadeiras motivações deste assassino, uma vez que por detrás deste último crime se escondem segredos da ordem da vida pública e privada. No entanto, Kylie tem agido de forma estranha, e Zach teme que o que quer que se esteja a passar com a sua parceira possa pôr em risco o maior caso das suas carreiras.

Opinião:

Este é o segundo volume da série NYPD Red criada pelo autor best-seller James Patterson e pelo argumentista e escritor Marshall Karp. Neste livro voltamos a encontrar os agentes Zach Jordan e Kylie MacDonald com as suas personalidades distintas e marcantes. Desta vez, perseguem um assassino (ou um grupo de assassinos) que poderá estar mais perto deles do que inicialmente previsto.

Esta é uma série, muito interessante, cuja unidade de detectives se centra na resolução de casos criminais das mais altas figuras da sociedade. Existem, por vezes, interesses políticos e sociais envolvidos nos seus casos e este é um deles.

Ao longo da narrativa temos um vislumbre das vidas pessoais de ambos os detectives e também dos próprios antagonistas da história. A escrita é concisa, perspicaz e cheia de acção. Penso que já tinha mencionado antes, mas as semelhanças com as séries televisivas do “tipo CSI” é evidente. Por vezes, parece que estamos a ver um filme. Gostei e recomendo a todos os que gostam de um bom policial.

Classificação: 3*

O primeiro volume desta série:

NYPD Red (Opinião)

Anúncios

Opinião: NYPD Red de James Patterson e Marshall Karp

 

Livro: NYPD Red (Livro 1, Série NYPD Red)NYPD Red

Autores: James Patterson e Marshall Karp

Páginas: 336

Sinopse: Existem 35 mil polícias em Nova Iorque. Apenas 75 pertencem à unidade especial que protege os mais ricos e poderosos. A NYPD Red é uma unidade especial da polícia de Nova Iorque, encarregada de proteger os interesses dos cidadãos mais ricos e poderosos de Manhattan. Quando um produtor de cinema mundialmente famoso é envenenado no primeiro dia de um festival de cinema de Nova Iorque, a unidade NYPD Red é a primeira a ser chamada. A este crime hão de seguir-se o assassínio de um ator no local de filmagens e a explosão de um cocktail molotov durante um dos eventos do festival. O detetive Zach Jordan e a sua nova parceira e ex-namorada, a detetive Kylie MacDonald, são destacados para o caso. O assassino planeou cada homicídio e cada fuga até ao último pormenor, como se do guião de um filme se tratasse. E concebeu um final explosivo que irá arrasar Nova Iorque e Hollywood. Mais um policial explosivo!

Opinião: 

Segundo a revista Forbes, James Patterson é, desde há vários anos o autor número um absoluto em todo o mundo. Desde que o seu primeiro romance venceu o Edgar Award, em 1977, os seus livros já venderam mais de 305 milhões de exemplares.

Este livro é o primeiro da série policial NYPD (New York Police Department) Red editada pela Topseller em Portugal, e que nos apresenta mais uma narrativa cheia de acção, criada por James Patterson e Marshall Karp. Saliento que Marshall Karp é autor de peças de teatro e de argumentos para filmes de televisão, o que contribuiu – tendo em conta a base da história – para aproximar esta obra de ficção à realidade do que é o mundo cinematográfico e toda a sua envolvência, positiva e negativa.

Esta unidade policial de Nova Iorque luta contra o tempo para encontrar um assassino em série, que tem como alvo personalidades famosas do mundo cinematográfico. Este assassino planeia tudo ao pormenor como se estivesse a  escrever um guião de um filme. A acção é muito rápida, com uma contagem decrescente – de cortar a respiração – até ao final, literalmente, explosivo do livro! Gostei muito!

Classificação: 5*