9 anos de saudade …

saudade-tem-rosto-nome-e-sobrenome-saudade-tem

Querido Pai,

Faz hoje nove anos que foste para junto de Deus. Será que me reconhecerias se me visses hoje? Ficarias orgulhoso ou pelo contrário desiludido com a menina-mulher que me tornei?

Desculpa se penso tanto em ti e não te deixo descansar, é que tenho medo de te esquecer. Tenho medo de acordar um dia e de não me lembrar do dia em que me ensinas-te a nadar, ou do dia em que acalmas-te as minhas lágrimas quando estava a aprender a conduzir. Tenho medo de esquecer do teu perfil quando te esperava (com a mãe) no pontão do cais e vinhas com o peixe acabado de pescar (lembras-te?). Tenho medo de esquecer o castanho brilhante dos teus olhos ou do sorriso – difícil, mas sincero – que te caracterizava. Tenho medo de esquecer que usavas um boné que te protegia do sol intenso de um dia de trabalho, ou de esquecer que adoravas sopa de feijão e caldeirada de enguias feita pela mãe. Desculpa pelos momentos em que quis desistir e te desiludi pela minha falta de força. Quero honrar o teu nome e tento fazê-lo da melhor forma que consigo. Desculpa se a minha timidez neurótica me impede, muitas vezes de viver.

Mas Obrigado por teres feito parte da minha vida durante vinte anos. Obrigado pela mãe que me deste. Obrigado pelas memórias. Obrigado por apareceres nos meus sonhos e nas minhas memórias… Tenho saudades tuas Pai … saudades do tamanho e na proporção do meu amor, intenso e irremediavelmente, sem fim …

Sara – Momentos de Magia

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s