Opinião: O Pecado de Darwin de John Darnton

 

Livro: O Pecado de Darwino pecado_de_darwin

Autor: John Darnton

Páginas: 376

Sinopse: Que mistérios haverá na vida do homem que mudou a forma de vermos a natureza? O que levou Darwin a formular a teoria da evolução? Porque demorou vinte e dois anos a escrever A Origem das Espécies? Que misteriosa doença o debilitou durante tantos anos? Quem era o seu rival secreto? Este romance intrigante revela-nos que ninguém, hoje em dia, conhece a verdade para além da história, e muito menos a verdade que rodeia a vida de qualquer pessoa.

O Pecado de Darwin leva-nos à Inglaterra Vitoriana para nos revelar os segredos que rodeiam a vida e a obra do cientista britânico Charles Darwin, num romance que, além de combinar harmoniosamente factos históricos e ficção, responde a questões como: o que levou Darwin a formular a teoria da evolução? Porque demorou vinte e dois anos a publicar A Origem das Espécies?

Ao longo desta obra, Darnton reescreve a verdadeira história de Darwin, sob três perspectivas diferentes: a do próprio explorador enquanto jovem, a da sua filha Lizzie e a dos investigadores Hugh Kellem e Beth Dulcimer, cuja obsessão pelo naturalista (e um pelo outro) os leva muito além de uma mera investigação académica. Ao descobrirem os diários e as cartas de Lizzie, Hugh e Beth encontram um capítulo oculto da biografia de Darwin, que vai revelar inúmeros segredos, nos quais reside o nascimento da teoria da evolução.

Opinião:

Todos conhecemos o cientista britânico Charles Darwin pelo seu estudo da evolução das espécies e da teoria da Selecção Natural, ou seja, a luta pela sobrevivência ou da sobrevivência do mais apto – pedra fundamental da Origem das Espécies. Esta teoria foi contra várias visões, políticas e religiosas, da época em questão, pondo em causa muitos conceitos já incrustados na sociedade.

Este livro apresenta-nos a vida deste cientista, de várias perspectivas e em diferentes épocas. Temos a perspectiva do próprio Charles Darwin e acompanhamos a viagem a bordo do Beagle, onde o cientista fundamentou a sua Teoria da Evolução, ou pelo menos é o que é conhecido na generalidade. Com este livro temos uma abordagem diferente da forma como a Teoria, que revolucionou o mundo da ciência, foi determinada.

Temos também a versão de uma das suas filhas – Lizzie – que historicamente não é muito conhecida, mas que este escritor utilizou na sua obra de forma muito inteligente, dando uma perspectiva feminina e intimista, não só de Charles Darwin, mas também da época em que viveram.

Por fim temos a perspectiva, nos dias de hoje, de dois investigadores que procuram saber mais sobre este cientista de renome e embarcam numa exploração sem preço, com revelações (algo) controversas no que diz respeito à vida de Charles Darwin e à forma como se tornou um dos maiores ícones do mundo da ciência.

Já tinha adorado o anterior livro deste escritor, “A profecia de Neandertal” e este não se ficou atrás. É um livro desafiante, muito bem escrito e com uma fácil percepção do trabalho notável de pesquisa, bem presente do princípio ao fim. Adorei e recomendo!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s