Opinião: A Cruz de Morrigan de Nora Roberts

 

Livro: A Cruz de Morrigan (Livro 1 – Trilogia do Círculo)aCruz-de-Morrigan

Autora: Nora Roberts

Páginas: 352

Sinopse: 

Uma batalha entre as forças do bem e do mal está prestes a começar. De um lado Lilith, a vampira mais poderosa do mundo. Do outro, a deusa Morrigan, que tudo fará para a travar com o seu círculo…

Irlanda, século XII. O feiticeiro Hoyt está destroçado pela perda do seu irmão gémeo, transformado num vampiro pela poderosa Lilith. A deusa Morrigan está determinada a enfrentar Lilith e avisa Hoyt de que chegará um dia em que se formará um círculo de seis, destinado a enfrentar Lilith e salvar a Humanidade. Hoyt usa os seus poderes para viajar à Nova Iorque dos dias de hoje onde descobre o seu irmão, um homem bem-sucedido mas frio e cínico, e pede-lhe auxílio na luta contra Lilith. Mas o círculo não está completo sem os poderes mágicos da artista Glenna Ward. Hoyt não confia na magia dela, mas ambos farão tudo para alcançar os seus objetivos. E ao enfrentarem legiões de inimigos, apercebem-se de que o amor que cresce entre ambos poderá aumentar as probabilidades de derrotarem Lilith…

Opinião:

A Cruz de Morrigan é o primeiro livro da trilogia do Círculo da escritora Nora Roberts e é um registo diferente dos seus romances habituais. Só posso dizer que Adorei o mundo encantado criado por esta talentosa escritora! A escrita mágica, romântica e simples recheiam as páginas deste livro, com um encanto que só Nora Roberts consegue apresentar.

Gosto de histórias que me transportem para outros mundos, cheios de encanto e com criaturas mágicas de poderes sobrenaturais. Nora Roberts conseguiu transportar-me (como sempre!) para as paisagens remotas da Irlanda e para mundos anteriores aqueles que conhecemos como nossos.

Este primeiro volume apresenta-nos a história do responsável feiticeiro Hoyt e da determinada bruxa Glenna. O objectivo é derrotar a poderosa vampira Lilith que se prepara para destruir o mundo. Reúnem-se assim seis “guerreiros” para defrontar a poderosa vilã:

– O feiticeiro Hoyt, sério e responsável até ao último fio de cabelo e capaz de fazer tudo pela sua família;

– A bruxa Glenna, uma personagem que consegue transmitir determinação e doçura ao mesmo tempo. Fez-me dar algumas gargalhadas ao longo do livro;

– O vampiro Cian: irmão de Hoyt e uma das personagens que me despertou mais curiosidade;

– A caçadora de vampiros Blair Murphy, que me lembrou a Buffy da série que passou à muitos anos na televisão, recordam-se? o que eu gostava dessa série, principalmente do Angel, o vampiro maravilhoso pelo qual a Buffy se apaixonou … ah que saudades … bem mas voltando à opinião…;

– A erudita Moira, fiquei muito curiosa para saber qual o seu destino nesta história;

– O metamorfo Larkin, que tem a capacidade de se transformar e assumir as mais diferentes formas animais.

É interessante ver a relação entre estas seis personagens tão distintas entre si, mas com mais em comum do que julgam.

Gostei muito e espero ler os próximos volumes em breve! Aconselho!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s