Opinião: Sonetos Completos de Florbela Espanca

 

Livro: Sonetos Completossonetos completos florbela espanca

Autora: Florbela Espanca

Páginas: 196

Sinopse: Compêndio dos Poemas de Florbela Espanca publicados nas obras: “Livro de Mágoas”, “Livro de Sóror Saudade”, “Charneca em Flor”, “Reliquiae” e “O Livro DE Ele”

Opinião:

Florbela Espanca viveu apenas 36 anos e foi uma das maiores poetisas portugesas. Tive a oportunidade de ter acesso grátis a estes sonetos em formato e-book. Não sou grande fã de ler livros em formato digital, contudo estava muito curiosa quanto à poesia desta escritora e não resisti em pegar-lhe. Ler a poesia desta escritora é como ouvir Fado. Tem aquela melancolia e tristeza subjacente em cada verso e simultaneamente um encadeamento muito simples e de fácil compreensão. Gostei muito. Destaco o seguinte poema que serviu de base à música dos Trovante “Ser Poeta” e que se encontra neste livro de sonetos:

SER POETA

Ser Poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor

E não saber sequer que se deseja!

É ter cá dentro um astro que flameja,

É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!

Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim…

É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente…

É seres alma e sangue e vida em mim

E dizê-lo cantando a toda gente!

De olhos fechados

olhos

“O desejo de manter os olhos fechados é maior que a necessidade de abri-los. Com os olhos fechados posso continuar mergulhada no meu mundo de sonhos e divagar num mundo desconhecido de muitos. Com os olhos fechados sou imune às expectativas infundadas do meu coração, sou cativa da minha única vontade e posso voar nos suspiros impacientes da minha alma. Com os olhos fechados tudo acontece mais depressa, é tudo mais fácil de digerir, de concordar. A necessidade de abrir os olhos deixa-me por vezes impaciente, escorregadia, sem compreender o mais profundo dos motivos de tudo “isto”. Quero dormir só mais um pouco, porque isso significa que posso adiar a realidade mais um pouco, que posso continuar de olhos fechados durante mais uns minutos. Só quero sonhar mais um pouco … ter os olhos fechados, só mais uma vez…”

Sara – Momentos de Magia