Nevoeiro

vista dos livros

“Procuro vislumbrar para lá do que me é permitido. Mas não consigo! Subo, renitente, o caminho que se me apresenta, na esperança de que o que jaz acima da minha vista seja algo que valha a pena. E se não for, que a subida seja no mínimo positiva. Não consigo vislumbrar nada com este nevoeiro que me resgata para lá do que é real. Subo mais um pouco e o caminho torna-se íngreme, mais do que alguma vez imaginei. As pernas fraquejam a cada passo que dou, a respiração torna-se densa e o cansaço apodera-se da minha alma. Conseguirei chegar ao topo? Será assim tão importante lá chegar? Não sei… Talvez continue pelo mesmo caminho, talvez me esvaia no nevoeiro à minha frente, perdida entre os espíritos que navegam à minha volta ou talvez mude de caminho e procure outros rastos, outras pedras, outra terra… terra que seja suave e brilhante, pedras que estejam rodeadas por flores e pequenos animas e rastos de outros seres … seres da minha imaginação … da minha alma”

Sara – Momentos de Magia

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s